Tudo que você precisa saber do corte ao polimento de vidro

13/12/2017 Tudo que você precisa saber do corte ao polimento de vidro

O Processamento de vidro requer muita habilidade para executar os passos entre cortar a chapa de vidro e o produto acabado e finamente elaborado, além das muitas ferramentas a serem usadas. Seguir um passo a passo é sempre uma ótima forma de executar essas tarefas de forma rápida e prática e pensando nisso listamos todas as etapas do corte ao polimento do vidro feito com rebolos copo. 1) Corte do Vidro O primeiro passo é cortar o vidro e este processo pode ser feito de diferentes maneiras: manualmente, com a mesa de corte ou com o CNC por jato de água. Após o corte é feita a lapidação abrangendo todos os passos seguintes. 2) Lapidação - 1ª Posição A lapidação começa pela utilização do rebolo diamantado turbo ou contínuo de granulometria grossa. Esses rebolos possuem uma ergometria e uma composição de super abrasivos (liga metálica e diamante) que permitem remover, renovar e eliminar um grande volume de vidro após o corte. 3) Lapidação – 2ª Posição Nesta etapa são utilizados Rebolos Diamantados Contínuos de granulometria media/fina. São eles que darão ao vidro um acabamento industrial. Mesmo não polindo o vidro, já permitem algumas aplicações como no mercado automotivo, eletrodoméstico, construção e outras que não seja necessário polir o vidro. 4) Lapidação – 3ª Posição Este passo é a passagem dos Rebolos de Resina. A função deles é deixar o vidro liso retirando as imperfeições deixado pelos diamantados. Este passo nem sempre é feito porque é usado principalmente para operações de usinagem muito finas. 5) Polimento - 4ª Posição Esta etapa é a passagem dos rebolos de polimento grosso dando início ao processo de polimento final do vidro. São eles que começam a retirar o fosco do vidro deixando-o polido. 6) Polimento – 5ª Posição Nesta etapa é utilizado o rebolo de polimento médio. Nesta etapa o vidro esta praticamente finalizado. 7) Polimento - 6ª Posição Por fim, utilizamos o rebolo de polimento com granulometria fina ou o rebolo feltro e óxido de cério obtendo um excelente brilho e um fino acabamento. Esta etapa tem o objetivo de polir completamente o vidro, eliminando o máximo de imperfeições possível deixadas pelas etapas anteriores. Bons rebolos de polimento são indispensáveis para se conseguir resultados satisfatórios e devem polir desde a primeira passagem. Se o Rebolo de polimento não polir na primeira passagem, ele não o fará também nos próximos passos. Muitos Rebolos de polimento no mercado precisam fazer muitos metros antes de começar a polir a borda do vidro. Isso significa que, antes do rebolo de polimento chegar a uma eficiência mínima, leva tempo desperdiçando material. Os Rebolos de polimento Arbax desde o primeiro uso deixam um excelente acabamento e removem todas as imperfeições deixada pelos rebolos diamantados. A qualidade do polimento é tão alta que o Rebolo de polimento Arbax é recomendo para todas as operações de polimento que requerem muito brilho principalmente para vidros que serão utilizados na indústria moveleira e de decoração onde o objetivo é ter um produto bonito e com fino acabamento. Os rebolos Arbax também apresentam excelentes resultados em vidros com acabamentos específicos e mais trabalhados como bisotê e filete. Nestes casos é necessário o uso de rebolos específicos e que são o assunto da nossa próxima matéria. O compromisso da Arbax é transformar seu vidro em uma obra de arte! Continue nos acompanhando e sem perda de tempo Escolha Arbax, o melhor do brilho para você!


TAGS: rebolo copo, polimento, lapidação, vidraçãria. vidro, espelho, Arbax, beneficiamento de vidro
Deixe seu comentário!